Segunda, 05 de fevereiro de 2018, 14h43   A | A | A
De olho...

Prefeitura de Livramento e Comissão realizam vistoria obrigatória no transporte escolar terceirizado

“Toda inspeção foi acompanhada pelo vereador por Livramento Erli de Queluz (PHS).”

vistoria em transporte escolar terceirizado

A Prefeitura de Nossa Senhora do Livramento, através da secretaria municipal de Educação, juntamente com o Controlador Interno e membros de uma Comissão de Transporte Escolar submeteu em vistoria na manhã de sexta-feira (02.02), a frota do transporte escolar livramentense, parte terceirizada. Toda inspeção foi acompanhada pelo vereador por Livramento Erli de Queluz (PHS).


A Comissão de Transporte Escolar é formada por diversos profissionais por seguimentos profissionais, dos pais, diretores de escolas. A formação dela tem como base a legislação do transporte escolar previsto no Código Brasileiro de Trânsito e visa garantir a segurança dos quase 2 mil alunos transportados. É bom que se lembrar que além da Seduc municipal, os veículos deverão ser analisados pela entidade de transito estadual - Detran. A vistoria é obrigatória pela Lei nº 9.503 de 23 de setembro de 1997, que instituiu no Código Brasileiro de Trânsito (CBT), tais exigências.

 

vistoria em transporte escolar terceirizado

14 veículos terceirizados, de um total de 20, passaram por análises entre ônibus, micros e vans (kombi). Eles somam aos outros 14 carros que o município possui que totalizam 34 rotas (urbanas e rurais), medindo mais 4.700 km para transportar cerca de 2 mil alunos/dia. A fiscalização do restante da frota do transporte escolar (6 veículos), continua nos próximos dias. Essa ação antecede o início do ano letivo, agendado para segunda-feira (19/02) na rede municipal de ensino livramentense.

 

De acordo com o coordenador de transporte escolar no município – Paulo Leite de Araújo, toda a parte de sinalização, como pisca alerta, luz de freio, luz alta, luz baixa, buzina e demais quesitos foram verificados, assim como os cintos de segurança e os pneus. “Se faltar algum desses equipamentos o veículo é reprovado e não pode circular até que o problema seja sanado. Nenhuma irregularidade foi encontrada até o momento,” detalhou Paulo Leite.

Leia mais sobre este assunto:

Previsão do Tempo