Quinta, 26 de outubro de 2017, 14h10   A | A | A
Pedindo agilidade

Prefeito Souza apresenta projeto à Caixa Econômica que dispõe a revitalização do Tanque Velho

“A reunião aconteceu na sede da Superintendência Regional da Caixa, na capital, Cuiabá.”

Assessoria

Prefeitura apresenta projeto Tanque Velho à Caixa

O prefeito de Nossa Senhora do Livramento, Silmar de Souza (PSDB), acompanhado do secretário de Cultura, José Eugênio Maciel e demais servidores; do setor de convênios e engenharia do município estiveram na Caixa Econômica na manhã desta quarta-feira (25), oficializando a entrega da documentação ao órgão, dos quais, três licenças emitidas pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), a fim de que possa dar início nas obras de revitalização do Tanque Velho. A reunião aconteceu na sede da Superintendência Regional da Caixa, na capital, Cuiabá.

 

Assessoria

Prefeitura apresenta projeto Tanque Velho à Caixa

Desde que assumiu a prefeitura de Livramento, Souza vem tentando viabilizar junto a Caixa, a aprovação de um projeto capaz de fomentar a revitalizar o Tanque velho, conhecido no passado, como um ponto de lazer e turístico de Livramento. Os investimentos na ordem de R$ 500 mil, já foram assegurados através de emenda do ano de 2016, pelo deputado federal Ezequiel Fonseca (PP).

 

A área projetada para retomar o lago e´ de 18.726 m², que ainda contará com a construção de 980 metros de pistas para caminhada, fixação de dezenas de bancos de concretos, construção de academia ao ar livre, quadra de areia e amplo espaço para estacionamento de veículos.

 

Assessoria

técnicos

Em julho deste ano, técnicos da Associação Mato-grossense dos Municípios – AMM estiveram em Livramento, fazendo a vistoria do lugar e também auxiliando os engenheiros da prefeitura na confecção do projeto junto a Sema, para que a expedição das licenças autorizando do início das atividades.

 

De acordo com o prefeito Souza, após a reunião se percebeu que o projeto avançou bastante já que foram emitidas três licenças pela SEMA, e ontem mesmo elas foram apresentada à Caixa. “Três licenças de que tratam; de onde será depositado o material retirado do fundo da represa, outra licença de instalação, e outra para se saber de onde será retirado o material a ser reposto no lugar, já foram entregues na Caixa”, destacou Souza. Contudo, “claro que a Caixa deverá pedir algumas adequações ao projeto e só assim poderemos dar início as obras que será um marco na história do nosso município”, conclui.

 

História

 

Assessoria

Tanque

O lago ou Tanque Velho é um local histórico e já serviu como ponto de lazer para milhares de livramentenses. E, de acordo com o professor, historiador e escritor Honório Laucídio Galvão, o Tanque Público ou Velho como queiram chama-lo, é uma parte repesada do córrego Senhor Menino. Ele foi fundamental para a fixação dos primeiros moradores nas proximidades hoje batizada de Nossa Senhora do Livramento.

 

Segundo o professor, a primeira investida para construção da represa ou tanque se deu lá pelos anos de 1857, através da mão de obra escrava, sob o comando do capitão Domingos Monteiro da Silva “O Dominguinhos.”

 

“Após autorização do dispêndio de verba, de até dois contos de réis, decretados pela Assembleia Legislativa Provincial e sancionados pelo presidente da Província de Mato Grosso, sob a tutela do almirante Augusto João Manuel Leverger - Barão de Melgaço, foi dado os primeiros passos para a construção do tanque.”

 

De acordo com o historiador, “no passado o tanque não possuía as mesmas dimensões de hoje e suas águas eram límpidas, se servindo os primeiros mineradores para beber, banhar-se, para dar aos animais e o principal, a lavagem dos cascalhos nas suas batéias de madeira para a cata do tão precioso metal, o ouro.” Continua: “foi no período em que Ciríaco Pompeo Paes de Campos governou o município de Livramento como Intendente, que as águas da varzearia inundavam a vila, daí foi desviada para o tanque atual, reconstruído pelo seu avô, o bandeirante paulista Antônio Pompeo Paes de Campos.”

 

Daí por diante, outros prefeitos sucederam aos cuidados do local. “Na primeira metade do século XX, o prefeito José de Lima Barros, (Zéca de seu Nato), durante a sua primeira administração ocorrida entre 1955 e 1959, foi quem dotou o tanque público de uma melhor infraestrutura como a construção do Ladrão - espécie de comporta à base de pedra-canga para controlar o volume d'água bem como, facilitar a limpeza do mesmo.”

 

Assessoria

Tanque

Anos depois, durante a administração do prefeito Benedito Xavier de Campos, ocorrida entre 1963 e 1967, o tanque público mais uma vez passou por reformas e adequações como o encascalhamento do seu leito, construção de calçadas para o tráfego de banhistas e também de muretas para evitar o deslizamento das barrancas e assoreamento de suas margens, bem como para impedir o depósito de lixo trazido pelas enxurradas das chuvas.

 

Durante a administração do prefeito Acimar Arlindo Monteiro da Costa foram mandados construir algumas choupanas de sapê, bar e dois banheiros masculino e feminino, além de um campo de areia para a prática de vôlei de praia. Na administração do prefeito Nereu Botelho de Campos, às margens do tanque foi construído um amplo clube chamado “Vista Alegre”, que por muito tempo foi o ponto de encontro dos jovens livramentenses, na década de 80. Hoje no local se encontra um moderno Centro de Eventos denominado “Antônia Pompeu de Campos”, construído pelo ex-prefeito Carlos Roberto da Costa “Nezinho”.

 

Leia mais sobre este assunto:

Previsão do Tempo