Segunda, 28 de maio de 2018, 19h00   A | A | A
Programação de aniversário

Prefeitura de Livramento entrega obra com nome de dona ‘Filinha’

“A moderna instalação compostas de salas climatizadas, mobiliários computadores novos, e modernos equipamentos para fisioterapia fica situado na Rua Carlos Antunes de Almeida (próximo ao escritório da Rede Energisa).”

Centro de Reabilitação

A Prefeitura de Nossa Senhora Livramento entregou na manhã desta segunda-feira (28) a restauração e ampliação do prédio onde abriga o Centro de Reabilitação, a Farmácia Municipal e a Unidade de Saúde III. O prédio recebeu o nome de Sebastiana Eleutéria da Silva Miranda, conhecida popularmente como dona “Filinha” falecida em aos 78 anos de idade, sendo que mais de 30 deles foram dedicados à saúde dos papa-bananas. A solenidade contou com a participação de grande parte da população e autoridades, dentre elas; prefeito e secretários municipais, e vereadores.

 

A moderna instalação é composta de salas climatizadas, mobiliários e computadores novos, e modernos equipamentos para fisioterapia, fica situada na Rua Carlos Antunes de Almeida (próximo ao escritório da Rede Energisa).

 

“Pelo que sei dona Sebastiana Miranda ou dona Filinha foi um exemplo de amor e dedicação à saúde do povo livramentense, então é uma justa homenagem ceder o nome dela a este prédio”, destacou a secretária municipal de Saúde Rita Proença.

O prefeito municipal Silmar de Souza também reconheceu de público a participação de dona Filinha por mais de três décadas na vida do povo livramentense ao destacar que, “não poderia ter escolhido nome melhor para datar este Centro de Reabilitação que leva o nome de uma profissional, esposa e mãe exemplar. Penso que igual a mim, a família também deve estar contente com a singela homenagem,”

 

Em agradecimento a homenagem um dos filhos de dona Filinha Luciênio Miranda enalteceu a alegria e a emoção dele e de toda família pelo momento raro ora ali vivido. “Recebemos com grande alegria a homenagem a nossa genitora que como sempre teve seu foco centrado na saúde dos meus conterrâneos.”

 

Visivelmente emocionado Luciênio descreveu um pouco da vida de dona Filinha. “Mamãe era uma enfermeira, parteira comprometida com a profissão, onde o respeito, a solidariedade, o humanismo e a fé cristã sempre a acompanhou perante as suas ações, seja no hospital municipal e fora dele.” Ainda segundo Luciênio: “mamãe nunca deixou de atender as chamadas da população em casa, não respeitando horário, nem dia.”

 

Ao concluir ele agradeceu a escolha do Poder Público Municipal dizendo: “Sei que o nome de mamãe ficara aqui eternizado pela escolha deste Poder Público, e no coração de todos os papa-bananas que sabem ser gratos. Também deixo aqui minha homenagem com parte da música ‘Fica Sempre’ de Alberto Costa que diz; fica sempre, um pouco de perfume, nas mãos que oferecem rosas, nas mãos que sabem ser generosas.”

 

Antes do descerramento da placa, Maria Auxiliadora Cunha que também detém a função de secretária municipal de Educação e Esportes entoou o belo hino da Harpa Cristã – ‘Mais perto quero estar’, interpretado por vários cantores.

 

Dona Filinha nasceu no dia 17 de fevereiro de 1939, na Fazenda Chaves, município de Livramento. Casou-se com Benedito Vicente de Miranda “Seo Preto” (também em memória), onde teve quatro filhos: Luciênio, Aécio, Fernando e Wilton. Dona Filinha faleceu no dia 1º de novembro de 2017.

Leia mais sobre este assunto:

Previsão do Tempo