Sexta, 08 de junho de 2018, 13h33
As claras
Secretário de Finanças de Livramento se reúne com vereadores do município e explica cobrança do IPTU
“Os parlamentares cobraram explicações sobre o aumento do IPTU deste ano.”


Reunião de secretário com vereadores

O secretário de Finanças de Nossa Senhora do Livramento Otarci Nunes se reuniu na manhã de quinta-feira (07), com cinco vereadores do município para prestar esclarecimento sobre aumento do IPTU/2018.

 

Os parlamentares cobraram explicações sobre o alto aumento do imposto deste ano. “Os livramentenses estão sendo surpreendidos com a chegada do carnê do IPTU. O valor está exorbitante”, destacou o vereador Erli de Queluz.

 

Na mesma linha cobrou o vereador Paulo de Caraca: “O imposto está sendo cobrado num valor absurdo. Os munícipes nos procuram a todo o momento para reclamarem e ainda alegam que a subida do imposto se deve a lei aprovada por nós na Câmara, inclusive, essa informação estaria sendo disseminada pelo setor tributário da prefeitura”, denuncia o vereador.

 

Assim também se pronunciou Edmilson Brandão: “O IPTU da minha sogra veio cobrando três vezes mais. O que se deve a isso secretário?”, perguntou 21, que foi acompanhado por Gilson Almeida: “Há uma explicação pra isso, creio eu.”

 

O vereador Airton Arruda que também preside a Câmara Municipal ressaltou o aumento do imposto e ainda elencou a retomada da regularização fundiária dos imóveis no município. “Eu acredito que houve sim o aumento do IPTU, e também acredito numa explicação plausível pra isso. Em se falando em imóveis, também sugiro a retomada da legalização fundiária dos nossos lotes.”

 

Após ouvir atentamente os edis, Otarci explicou passo a passo começando com a insinuação do vereador Paulo. “Se essas informações estão partindo da prefeitura, sugiro o nobre formular uma denúncia documental para que possamos apurar o caso com exatidão e brevidade.”

 

Em relação ao aumento do IPTU o secretário respondeu que: “Foi identificado um erro na transição em nossos sistemas, e por isso teve alguns casos de cobranças distorcidas. O acréscimo no IPTU deste ano é de apenas 2.07%. Um exemplo; quem pagou R$ 100, 00 no ano passado, este ano pagará R$ 102,07. Mas, hoje mesmo o prefeito emitiu um decreto cancelando os atuais IPTUs.”

 

Para aqueles que já pagaram a taxa, o secretário esclarece: “Quem já pagou o IPTU com aumento terá seu dinheiro restituído. Basta procurar nosso setor tributário com documentos em mãos. Não haverá emissão de novos boletos como havia dito antes. Fica inviável financeiramente. Então, aquele que se sentir lesados basta nos procurar”, repetiu Otarci.

 

Para melhoria de adequações das futuras cobranças do imposto, Otarci resumiu: “Vamos tentar contratar uma equipe para que faça um cadastramento atualizado de todos os nossos imóveis. Esse estudo nos dará um raio x exato daquilo que está sendo cobrado.”

 

 


Fonte: Portal Prefeitura de Nossa Senhora do Livramento
Visite o website: http://nossasenhoradolivramento.mt.gov.br